Após segunda condenação na Câmara, Senado julga impeachment de Trump


trump fala a jornalistas antes de viajar ao Após segunda condenação na Câmara, Senado julga impeachment de Trump

Acusado de incitar à violência que resultou nas cinco mortes em decorrência da invasão ao Capitólio, a sede do Congresso, em 6 de janeiro, Donald Trump será julgado pelo Senado dos Estados Unidos. Com 232 votos a favor, 197 contra e quatro abstenções, a Câmara dos Estados Unidos aprovou, no dia 13 de janeiro, o impeachment do republicano, quando o mandato ainda estava em vigência.

O julgamento no Senado começa nesta terça-feira (9). Apesar de o mandato do ex-presidente ter chegado ao fim, dependendo da decisão dos senadores, Trump pode perder os direitos políticos, ou seja, ficar impossibilitado de concorrer a outros cargos políticos no futuro. É a possibilidade mais plausível, dada a composição do Senado.

No último sábado de janeiro (30), o republicano designou dois novos advogados que farão sua defesa durante o julgamento sobre o impeachment no Senado — ele nomeou David Schoen e Bruce Castor, que disseram, em nota, estar “honrados” com o trabalho.


Publicidade

Compartilhe

Veja Mais

Haiti tem 227 mortes após terremoto de 7,2 de magnitude e Primeiro-ministro declara estado de emergência
WhatsApp libera chamada de voz e vídeo pelo computador
Impeachment de Trump: Câmara envia o processo ao Senado na segunda, diz líder democrata
Biden anuncia retorno dos EUA ao acordo do clima e fim da construção de muro
Trump vai liberar entrada de brasileiros nos EUA